Considerações sobre a intermusicalidade na música brasileira do século XXI

 

O conceito intermusicalidade surge em decorrência da apropriação, em música, do conceito intertextualidade cunhado dentro da literatura crítica por Julia Kristeva (2005) a partir dos conceitos dialogismo e polifonia trabalhados pelo teórico russo Mikhail Bakhtin (2009; 2011). A intermusicalidade, como palavra, foi usada pela primeira vez por Ingrid Monson (1996) em um texto no qual buscava criar uma analogia entre a interação em performances improvisadas no jazz e o discurso. Para Monson, o conceito tem um caráter multicultural, envolvendo questões de hibridismo musical, de etnomusicologia e de construções de identidades culturais. Sem deixar de lado tais questões, porém dando ênfase no material musical em si, Michael Klein (2005), por sua vez, realiza um estudo comparativo entre peças de Chopin, Szymanowiski e Lutoslawski, denominando tal possibilidade analítica e criativa como sendo uma “intertextualidade na música artística ocidental.” A partir desta contextualização inicial, a proposta deste trabalho é aproximar o conceito intermusicalidade, pensado a partir dos estudos sobre a intertextualidade, à produção brasileira de música de concerto no século XXI. A intermusicalidade pode ser vislumbrada, por exemplo, na peça Itinerário da Passagem: Verônica Nadir (2008) de Silvio Ferraz, criada a partir da “reescritura” da obra de Manoel Dias de Oliveira utilizada na Procissão da Semana Santa em Prados-MG. Ou então, na peça Eternidade à deriva (2008) de Bruno Ângelo, na qual a “narratividade musical” é obtida por meio de procedimentos de colagem, em especial de trechos da obra de Olivier Messiaen. A micro-ópera L’uom di sasso.., (2015) de Tadeu Taffarello, por sua vez, sobrepõe o uso da intermusicalidade à da intertextualidade, criando um reforço de uma pela outra em um diálogo com a ópera Don Giovanni de Mozart. Pretende-se, dessa maneira, ressaltar a possibilidade de se pensar a intermusicalidade como uma ferramenta de criação musical e de análise musicológica.